21. Passeando por Marrocos – El Jadida

Continuamos a nossa visita à cidade e sua fortaleza. Ali mesmo ao lado ficava o posto da Policia, tão giro!

De vez em quando convinha conferir se o bando estava todo! O 14º elemento (eu) estava atrás da câmara!

Na muralha o cheiro a pão fresco era intenso e apetitoso!
Alguém reparou que naquela portinha, por cima da água, estavam a coser pão!
Que cheirinho delicioso!

Portugal investiu bastante trabalho e esforço na construção e defesa desta fortaleza e depois na sua defesa das investidas marroquinas!

Até se por a andar para o Brasil e deixar tudo ao abandono…

E fui visitar o sítio do pão! De onde vinha aquele cheirinho delicioso, bem dentro da muralha! Diziam os senhores que dali saia o pão para os bascos desde antigamente.

Da janela, que era mais uma porta, o acesso ao mar era efectivamente directo!

Andei a cuscar alguns recantos da Fortaleza.

Alguns com umas perspectivas incríveis!

Um pouco mais de comércio

E saímos da fortaleza

Para nos embrenharmos no comercio atravancado do exterior!

Encontramos uma casa de linhas espectacular! Fiquei maravilhada! Aquilo tudo são tubos de linhas de todas as cores!

Giríssimos! Todos em cores brilhantes, acetinadas! Com estas linhas eles fazem aqueles bordados que se vêm nas túnicas!

Eram tantos!

Cá fora era uma feira de rua, parte tradicional, parte produto chinês…

E fomos caminhando pela rua, calmamente, junto ao mar, até ao hotel

Voltamos a passar pelos camelos, que eram dromedários, e eram tão giros e simpáticos! Estavam a fazer mimos uns aos outros.

Acho que o escadote estava ali para, além de me estragar a fotografia, ajudar os turistas a subir para os cavalos, que estavam mesmo ao lado. É que camelo e dromedário senta para a gente subir, mas cavalo não!

Quando chegamos ao hotel o Jorge tinha a moto transformada em estendal e a roupa suja, que ele deixara na moto, estava a arejar! Nunca falte o sentido de humor num grupo de viaja! O Jorge é boa gente, ficou meio espantado meio desnorteado, mas acho que achou tanta piada como nós! eheheheh

Foi só o tempo de recolher a roupa, subir aos quartos e, sem que deixasse de se ver o sol, o céu desabou!

A pequena multidão que se passeava pela esplanada da praia desapareceu como por milagre

E a chuva caiu com toda a força!

Como veio, como foi! Lavou tudo no espaço de meia hora

Fui para o bar petiscar uma série de bugigangas muito interessantes, acompanhadas por uma cerveja deliciosa, fabrico marroquino, chamava-se Casablanca e era parecida com a Heineken.

O povo foi jantar algures mas eu fiquei tão bem! Não havia nada que me tirasse do conforto do hotel!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s