30 – Passeando até à Escócia – Fort William e Glencoe, passeando pelos Loch Leven e Loch Linnhe!

24 de Agosto de 2011

Depois de um dia no limbo, em que conduzir foi a coisa mais bonita que me podia ter acontecido, acabei por dormir numa Bed & Breakfast – Lyn Leven Guest House, muito simpática, junto ao Loch Leven, a 2 ou 3 quilómetros da Glencoe Village.

Ali conheci um senhor que viajava com a filha adolescente. Tinham chegado à Escócia naquele dia de manhã e andavam a passear num carro alugado. Foi muito engraçado e agradável descobrir que estávamos todos a conversar, com alguma dificuldade, em inglês quando eles eram franceses!

De repente soltaram-se as línguas, fomos jantar a um bar ali perto e falamos durante todo o serão! Que bem que soube voltar a falar sem ter de pensar nas palavras, reformular as frases e constatar que o meu vocabulário inglês é miserável!

De manhã fui tomar o pequeno-almoço e deliciei-me com tudo o que este incluía! Na Escócia não se passa fome!

Tinha um longo caminho a percorrer e uma longa fila de “coisas a visitar”! Ao reformular a minha viagem mantivera a ideia de ir a Aberdeen, depois de comunicar por mail a pousada de juventude, anunciando a minha “desgraça” e o meu atraso, recebera uma resposta muito simpática, desejando boa recuperação para a minha motita e a mudança da reserva para o dia 24, sem problema!

Por isso o meu destino era Aberdeen! E desatei a improvisar até lá! eheheh

Logo à frente o cemitério da vila era lindo! Acho que se vivesse naquele país iria andar a catar os cemitérios todos!

Depois comecei por explorar a zona, porque os lagos sempre me apaixonam e a beleza da zona era impressionante!

E fui até Fort William, que fica mais à frente, na margem de um outro lago maior, que faz fronteira com o Loch Leven: o Loch Linnhe

Fort William fica pertinho do sopé do Ben Nevis, a maior montanha da Grã Bretanha, que é impressionante não tanto pela sua altura, mas sim pela sua configuração: o maciço granítico eleva-se do chão quase verticalmente e a bruma permanente dá-lhe um ar enigmático.

Não o poderia ver, o tempo estava encoberto e eu tinha pouco tempo… teria de ficar para outra vez…

Fui recebida de novo por um dia cinzento, daqueles que fazem com que a manhã pareça tarde e a tarde pareça noite! Claro que a igrejinha me chamou a atenção, sempre com o cemitério em volta!

Já me habituara a não resistir àqueles sítios mágicos e sagrados!

The St Andrew’s Episcopal Church, uma igreja muito bonita do sec XIX, é conhecida como “Queen of Highland Churches” – Rainha das igrejas das terras altas!

Estavam 3 padres lá dentro e eu perguntei se podia tirar fotos à igreja, simpaticamente eles disseram que sim.

Só depois percebi que estava lá um caixão e que se estava preparar um funeral!!

O que havia para explorar em Fort William não estava ao meu alcance naquele momento, eu não poderia caminhar horas pela bruma para ver os montes e os penhascos, por isso dei uma volta pela zona e segui o meu caminho.

Afinal havia ali um lago lindíssimo a explorar e isso, eu podia fazer com a minha motita!

Naquele dia tudo em redor tinha o tal ar enigmático! Não conseguia parar de fotografar!

A minha motita lá andava com o trolley amarrado na garupa, sem ameaçar nunca voltar a parar! Eu ia voltando a recuperar a confiança nela e voltava também a parar a todo o momento, por vezes desafiando a sua bateria…

A beleza do lago é indescritível e eu queria captar o máximo dessa beleza, porque ela comportava uma grande sensação que eu sabia que iria associar para sempre às fotos que tirasse…

Fiz um caminho diferente no regresso a Glen Coe, dando a volta ao Loch Leven, vale sempre a pena ir por outros caminhos pois são sempre lindos!

O Glen Coe estava envolto em bruma, alguns picos não eram mais visíveis!

Uma perspectiva e uma sensação muito diferente da que tivera no dia anterior… uma experiencia maravilhosa!

(continua)

Anúncios

3 thoughts on “30 – Passeando até à Escócia – Fort William e Glencoe, passeando pelos Loch Leven e Loch Linnhe!

  1. Nossa voce é uma pessoa de sorte , muita sorte por fazer esta viagem e ainda por cima de moto . Conhecer estes lugares foi magico para mim , estas paisagens este silencio nunca mais sairam da minha alma . Obrigado por compartilhar isso comigo e parabens fotos belissimas ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s