2009

Quando já estava a habituar-me a viajar acompanhada, eis que decido que tenho de viajar sozinha se quero ir onde quero, já que ninguém me pode acompanhar!

A escolha é: ou vou sozinha ou fico em casa, porque as pessoas que me rodeavam não podiam ir comigo!

E eu queria de novo ir mais longe!
Já tinha viajado tanto sozinha mas, de repente, toda a gente achava que eu não o devia voltar a fazer sozinha…

Mas eu fui! E foi o regresso a mim!

Viajar sozinha é sempre um voltar a um mundo único e só meu, onde tudo se me apresenta de uma forma acolhedora, como uma traquinice de apenas satisfazer a minha pessoa, sem pensar no que outros querem ver ou fazer!

De repente a questão não era o não ter companhia e sim… o não querer mesmo companhia!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s