6. Danúbio 2016 – Pronta para partir!

Contra tudo e contra todos a minha bonequinha está pronta para viajar!
Hoje foi dia de Spa e, situação rara, fez a revisão bem antes de chegar o momento, porque afinal apenas tem 6.500 km, longe dos 10.000 indicados por lei!

Mas tem de ser assim, para que nada lhe falte em viagem!

Ok faltam os documentos, mas isso não interessa nada, porque também contra tudo e contra todos, ela e eu partimos no próximo sábado e prontos!

E ela foi mostrar a barriguinha ao senhor doutor

DSC02581

Ainda não a tinha visto assim “descomposta”, mas tinha de ver o sistema respiratório, claro!!

DSC02581

Tinha à sua espera um novíssimo par de sapatos!

DSC02581

Com solas criativas e tudo!

DSC02581

Trocou o sapatinho de trás…

DSC02581

Depois o da frente…

DSC02581

No fim tomou uma banhoca deliciosa…

DSC02581

E agora está lá em baixo, na garagem, fresca e impaciente para partir… ok miúda, partimos no sábado que vem, segura-te até lá!😀

5. Danúbio 2016 -Vestida para viajar!

Cucu!

Pois, o meu “este ano não vou longe” é um bocado enganador…

Na realidade vou fazer muitos quilómetros para catar o que deixei por catar em outras viagens anteriores!

E vai ser muito lindo!  :)

Já tenho livrinhos novos para levar e desenhar, vai ser uma alegria!

A minha Negrita já se vestiu para viajar e está bem confortável e linda!

Reformulei o banco com gel nos dois assentos:

DSC02581

DSC02581

E ficou super-confortável e lindo no conjunto!

DSC02581

Desenhei também novos autocolantes, com a minha imagem que é diferente por estes dias, com a moto nova:

DSC02581

E acho que ficaram muito bem e quebraram com tanto negrume naquelas malas!

DSC02581

Não esqueci a frase da Honda que eu tanto aprecio, sobretudo num momento em que ela vai apoiando a minha motita!

DSC02581

E ficou assim, no final!

DSC02581

Amanhã vai trocar os sapatinhos e verificar se está tudo bem para fazer uma viagem de 14 ou 15 mil quilómetros sem precisar de nada!

4. Danúbio 2016 – Parti o meu porquinho

Repeti o ritual, que é tão antigo como o viajar, para mim…

DSC02581

Aquela excitação de saber quanto consegui amealhar, sem sentir nas minhas finanças do dia-a-dia… Já nem sei dizer há quanto tempo isto começou, quando foi a primeira vez que eu engordei e parti um porco, mas foi antes mesmo de começar a viajar pela Europa. No tempo em que era mais lógico gastar uma fortuna de bar em bar, de restaurante em restaurante durante o tempo de praia, do que pegar no que se tinha e ir por ai fora!

DSC02584

Então, um dia eu pus fim ao “estamos de férias, há que curtir” e gastar tudo o que se tinha por ai, sem que no fim do mês de agosto conseguisse entender muito bem em que se foram as economias de um ano de trabalho!

DSC02586

Eu comprei um porquinho fechado, sem hipótese de retirar trocos por um buraco qualquer, e fui lá pondo o que podia sem interferir nas minhas finanças diárias. Ao fim de um ano, quando a gente parte o porquinho e vê quanto ele tem dentro, é mais difícil pegar no dinheiro e desperdiça-lo!

Apetece fazer projetos, apetece fazer algo com ele, que não seja apenas sair para a cidade ou para a praia e gastar!

DSC02591

E assim começou a tradição de partir o porco e partir!

2. Danúbio 2016

Percorrer rios sempre me entusiasma a desenhar caminhos!

Junto dos rios fica sempre a vida, a história, as aldeias que se converteram em cidades lindíssimas e as aldeias que serão sempre isso mesmo, belíssimos registos do passado!

E eu estudei mais um rio: o Danúbio:

DSC02434

Depois de estudado o seu percurso, e de todas as coisas que eu queria ver no seu caminho de ida, e no meu de regresso,fiz um grande desenho.
Não é um desenho espantoso, de desafios impressionantes, nem de oportunidades para me revelar uma heroína qualquer!

Não, mas também nunca foi por isso que eu viajei!

Eu sempre viajei pelo que quero ver e esta viagem é um dos meus genuínos pretextos para sair de casa: deslumbrar-me com o que procuro ver!

E está feito o desenho final!

DSC02432

Serão cerca de 13.000km, nas minhas contas feitas por alto, o que pode dar mais uns 2 ou 3 mil no fim, e uns 16 ou 17 países que vou mostrar à minha motita nova, que é ainda uma criança que nada conhece do mundo!

E a legenda do caminho será mais ou menos esta, pelos locais de dormida, claro, que o caminho faço-o ao caminhar:

Espanha – Bilbao
França – Ascou
França – Aix-en-Provence
França – Chamonix
Alemanha – Bad Durrheim
Alemanha – Munique
Alemanha – Passau
Eslováquia – Bratislava 2 dias
Hungria – Budapeste
Croácia – Vukovar
Sérvia – Belgrado
Bulgária – Vidin
Bulgária – Dve Mogili
Roménia – Tulcea – fim do rio
Roménia – Brasov 2 dias
Roménia – Sibiu 2 dias para ver amigos
Roménia – Bucareste
Bulgária – Plovdiv 2 dias
Macedónia – Escópia 2 dias
Albânia – Pogradec 2 dias
Montenegro – Tivat 2 dias
Croácia – Zadar
Eslovénia – Koper
Itália – Bergamo
França – Boyne
Espanha – Canfranc-Estación
Portugal – Casa…. Ou não

【ツ】 【ツ】 【ツ】 【ツ】 【ツ】

E cá está a capa do meu livrinho de viagem, aquele onde eu levo todo o trabalho de casa encadernado e as reservas impressas em papel!

Normalmente esta capa é aquela que eu mostro quando me perguntam, (e perguntam muitas vezes mesmo) de onde venho e para onde vou!

·.¸¸.·´¯`·. Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

(a ida a vermelho e o regresso a verde… se bem que devia ser ao contrario, já que a minha ida é sempre mais pacífica do que o meu regresso! ๏̯͡๏ )

Desenho de mapa FINAL