Desenhos de viagem 11

Lembrei-me de fazer uma pequena compilação de desenhos de silhueta que venho fazendo de há umas 2 ou 3 viagens para cá!

São desenhos de contorno que depois são preenchidos com uma caneta-pincel de tinta da china. Esta vontade começou com a observação de pores-do-sol, em que desenho nenhum poderia transmitir o que eu via. Depois foi-se alastrando a todos os perfis que fui encontrando e que me inspiravam, como uma torre dos Clérigos (Porto) em contraluz!
Espero que gostem!

Alguns destes desenhos foram publicados em “rodapé” no artigo da revista Trevl e constatei que muita gente não se apercebeu que eles também eram desenhos meus! Houve quem comentasse que pareciam fotos ali postas para preencher… na realidade eles enfileiraram vários destes perfis, provocando a sensação de que era um único perfil.

Bled – 2013

O pôr-do-sol no lago de Bled.
À medida que o sol se foi pondo eu fui fotografando e desenhando, até nada mais se ver!

Sisteron – 2013

Cheguei ali ao entardecer e tirei uma série de fotos, tinha receio que o sol se pusesse sem que eu tivesse tempo de captar todo o encanto, mas de3pois percebi que tinha tempo! Então peguei na caneta e no pincel e fiz isto…

Istambul – 2013

Mais uma cidade que vi pela primeira vez ao entardecer! Sentei-me na fileira de bancos em frente à Mesquita Azul a comer melancia e, de repente, saquei do livrinho e captei o momento entes que o sol se fosse e apenas restassem luzes artificiais!

Porto – 2013

Não estava a anoitecer, o sol até estava alto, tão alto que se escondia a meio da Torre dos Clérigos, que atenuava a sua força e me permitia olhar sem magoar os olhos! Rapidamente, o perfil é mais fácil de fazer do que todo o pormenor de uma torre barroca, esta silhueta saiu!

Saragoça – 2013

De cima da ponte velha eu via a Basílica del Pilar em contraluz, o sol estava a pôr-se e eu pousei o livrinho no parapeito e desenhei a silhueta que a paisagem formava com o céu azul e a agua brilhante do rio Ebro! A pressão da presença das pessoas por perto e a fraca qualidade do papel fizeram com que o azul saísse manchado… impacientei-me! Procurei outra folha e voltei a desenhar… e o sol foi-se e eu tive de acabar o desenho de memória. Então o resultado foi este!

Meteora – 2013

Meteora… um sonho que se realizava!

Afinal os power-points que circulam pela net não são apenas porcarias para encher! São também coisas maravilhosas deste nosso mundo magnífico, cheio de curiosidades e espanto.

Assim foi Meteora, um destino a descobrir, que me levou para tão longe, por tantos dias e com tanto prazer.

Montes que parecem rochas, ou rochas que parecem montes, com um céu imenso a transformar-se em crepúsculos de deslumbramento. Quantos dias poderia eu lá ficar sem nunca me cansar…

Coruña – 2013

Coruña, com a Torre de Hércules e o mar… uma viagem cheia de chuva que me permitiu sensações de céus assustadores e mares revoltos. Numa pequena aberta no tempo, saiu mais uma silhueta!

Porto – 2012

E porque o Porto tem encantos tão conhecidos e fotografados, por vezes é desenhando que lhe capto o mais intimo da sua beleza….

E pronto, acho que chega por hoje para não saturar, até porque são desenhos com muito negro em comum!

Anúncios

Gracinda Ramos e o mototurismo no feminino …

Para quem quiser saber um pouco mais sobre mim…

O meu amigo Paulo Teixeira acabou de publicar no seu “Turismo de Moto” uma entrevista, em tom de conversa entre amigos, muito interessante que tivemos recentemente!

Espero que gostem!

http://www.turismo-de-moto.com/2014/06/06/gracinda-ramos-e-o-mototurismo-no-feminino/

Desenhos de viagem 10

Cucu!

Mais uns quantos desenhinhos e estou a acabar o conteúdo do meu livrinho mais preenchido…
E cheguei aos 75 desenhos, afinal sou preguiçosa mas desenho o suficiente para ter já uma pequena coleção!

Espanha 2013 – Ourense, a Ponte Maior

Ourense à chuva e a sua Ponte Maior, uma ponte com 20 séculos!
Chovia tanto que nem o fato de chuva tirei, o que me permitia sentar ou encostar facilmente a qualquer coisa e apreciar. É nestes momentos que o guarda-chuva de bolso me faz tanto jeito, pois permite-me fotografar ou desenhar de qualquer maneira. Molha por molha o livrinho estava uma sopa, mas acho que o desenhito não ficou mal de todo!

França 2012 – Châtenois

Châtenois é uma aldeia da Rota dos Vinhos da Alsácia, tão encantadora que fiquei por ali a fotografar cada recanto, sem que as fotos me satisfizessem, por isso peguei no caderninho e pimba, mais um desenhito e outro…

Espanha 2013 – Galiza, Playa de las Catedrales

A Playa de las Catedrales, um desenho do meu último passeio, na Páscoa deste ano…
Aquelas águas são extraordinárias e as praias um deslumbramento…

França 2012 – Artense, Château de Val

O Château de Val foi das últimas coisas bonitas que vi na minha ultima viagem! É um castelo muito fofinho do séc. XIII. Fica na borda do lago de Bort-des-Orgues, bem pertinho de Tulle e podiam-se ver barcos de recreio oferecendo passeios turísticos pelo lago, que não desenhei pois estragavam a minha perspetiva “postal” do sitio. Fiz vários desenhos do castelinho, alguns em papel de aguarela em formato postal. A gente desenha, pinta e por trás tem umas linhinhas para escrever e enviar! Coisas que se inventam!

França 2011 – Normandia, Cimetière militaire allemand de La Cambe

Lá no topo norte de França, fica o Cemitério Militar Alemão de la Cambe, um espaço de 7 hectares onde estão sepultados mais de 21 mil soldados alemães, mortos na batalha da Normandia, entre junho e agosto de 1944… Um jardim lindíssimo, cheio de dor e de morte… Fiquei por ali muito tempo, imaginando como seria um amontoado de mais de 20 mil corpos. Não resisti a sentar na relva e fazer alguns desenhos

Beijucas mil 😀