Passeando por São Miguel – Açores – I

Para mim é sempre uma surpresa quando as pessoas querem estar comigo, ter-me como convidada e ouvir-me falar de viagens, porque acho sempre que há tanta gente a fazer coisas mais fantásticas do que as que faço. E, por muito que as pessoas se sintam agradecidas pela minha presença, eu serei sempre mais agradecida pelo convite e ficarei, de alguma forma, eternamente grata pelos momentos que me proporcionam.

Às vezes dizem-me que se sentem felizes pela minha presença mas feliz fico eu por ter o privilégio de conviver e partilhar estrada com gente maravilhosa!

E foi isso que aconteceu quando me convidaram para ir até aos Açores participar num momento tão importante na vida do Clube Motard de São Miguel, por entre os diversos eventos de comemoração dos seus 25 anos de existência.

É certo que estaria a voltar de uma grande viagem, mas, pudesse eu viajar por toda a minha vida, que seria tão feliz!

A volta à ilha é uma iniciativa já tradicional, para o Clube Motard, que foi retomada e que achei fantástica! Por isso voei para os Açores apenas três ou quatro dias depois de chegar da minha viagem à Islândia/Ilhas Faroé/Noruega.

Voar para mim não tem nada de stressante! Nenhum meio de transporte me stressa, desde que não implique grandes deslocações de carro e ver o mundo lá de cima sempre me fascinará.

Fui recebida pelo meu amigo Nicolau Wallenstein e uma magnífica Africa Twin gentilmente cedida pela EQUIPONDA. Um muito obrigado pelo cuidado e confiança de me porem nas mãos uma moto extraordinária, acreditando que eu vinha em condições de a conduzir sem fazer asneira, depois de tantos dias de viagem, que enfraquecem a minha capacidade e destreza. Merci!

E o que eu gosto daquela moto!

Claro que, ao passar na placa identificadora o arquipélago, e de acordo com a minha tendência que é já tradição, eu tive de parar e fotografar a moto junto dela. Ok, desta vez eu tinha quem me captasse a mim junto da dita e da moto, ficou melhor que a moto abandonada ali!

Tinham reservado para mim um pequeno recanto do paraíso que, ao anoitecer, era lindo, com o mar logo ali!

Naquela noite foi pousar as coisas e sair, mas deu para ver que estaria muito bem alojada!

Porque teria de levar a minha nova amiga AT a conhecer o Clube Motard que me acolhia!

Tenho de confessar que, cá no fundo, eu sou sociável, mas sou meio tímida! Fico sempre com receio de ficar num canto sem conhecer ninguém nem ter com quem falar ou quem fale comigo! Mas ninguém me deixou só e sem jeito!

Foram momentos muito giros, com gente tão boa que eu nem dei pelo tempo passar!

Ninguém me deixou sozinha e sem jeito e todos foram adoráveis! Ficaram no meu coração!

Há coisas que não valem nada, têm apenas o valor que a gente lhes dá, pelo menos para quem se lembra delas, e eu lembrei-me de trazer um potinho de areia da Islândia para os Açores! Afinal há coisas em comum entre eles, ambos estão sobre placas Tectónicas  (acho que é assim que se chamam) e têm pequenas semelhanças, como as areis negras!

Coisas a que eu acho piada, espero que tenham achado também! 😉

E foi um serão muito bem passado, sem que faltasse nada, risadas, histórias, estórias e cerveja!

E meninas de garra e bom humor a completar o quadro! Eu sempre fico feliz quando encontro meninas condutoras

A aventura começaria no dia seguinte.

Entretanto tudo esteve tão bem no espaço gentilmente cedido pela ANC Experience Resort, onde eu dormiria como uma princesa! Um grande agradecimento pelo acolhimento.

Senti-me uma privilegiada num apartamento delicioso, a experiência certa para quem precisa de relaxar depois de uma longa e exigente viagem, como a que eu terminara dias antes!

E a paisagem fantástica com Ponta Delgada no horizonte!

Vamos lá ao encontro dos meus novos amigos!

O espaço do Clube Motard é muito agradável e cheio de espaço para estacionar todas as motos que apareçam.

Motos de todas as marcas, géneros e feitos!

E as meninas de moto, a cereja em cima do bolo!

Eu estava sempre distraída com o que ia acontecendo, por isso não tirei tantas fotos assim, mas gosto de lembrar quem estava para memória futura, porque são pessoas que não quero esquecer!

Instruções do sr. Presidente para a partida…

E vamos lá dar a volta à ilha!

(continua)

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s