Porque viajo a solo…

Não há conflito dentro de mim, o que eu vejo é o que eu quero ver, o que eu procuro é o que quero encontrar!

As cores os perfumes, a oscilação das temperaturas, a história!

É inebriante cada experiência, cada quilómetro, cada nova aventura. Encontro um vestígio do passado a cada aldeia que cruzo e quero ficar mais um pouco, em silêncio, apenas eu e a fotografia, para ver como o mundo fica am cada enquadramento.

Não quero falar com ninguém, não quero que ninguém fale comigo. Apenas quero viver aquele momento!

Gosto de passar os dias neste silêncio, feito de vento, do ronronar da minha motita e da música do meu Patrick (GPS). Há um mundo dentro de mim que se alimenta e enriquece com estes dias de descoberta silenciosa!

Sento-me numa esplanada e, intimamente, desejo que ninguém se dirija a mim. Puxo do meu caderninho e escrevo ou desenho e espero que me deixem viver este êxtase de momento eterno.

Há um mundo à parte onde volto a cada viagem. Quando parto, algo muda dentro de mim e eu sinto de maneira diferente, desde o primeiro quilometro. Estou de volta à estrada! Mesmo os caminhos dezenas de vezes trilhados, em passeios comuns, ganham outra dimensão ao serem a rampa de lançamento para uma nova viagem…

Tenho medo de viajar acompanhada… eu que viajo só com a minha pessoa, onde meto essa minha companheira de viagem de sempre que sou eu? Quando poderei voltar a dialogar com ela? Quando vou poder puxar do meu caderninho e desenhar, em silêncio, no momento de deixar os sentidos tomarem conta de mim? Onde vou buscar o meu silêncio? Onde vou ouvi-lo como tanto gosto?

Eu gosto das pessoas, eu gosto de companhia, eu gosto de falar… mas viajar, para mim, requer algum silêncio, bastante concentração e muita contemplação….

(Mim moi je)
02.08.2010
Vale D’Aran

Anúncios

7 thoughts on “Porque viajo a solo…

  1. ai o quanto te (invejo) o quanto eu precisava de fazer assim uma viagem,acho que voltava a ser menino. que os anjos te ajudem a ter dinheiro para continuares

    • Cucu!

      O “pior” que pode acontecer é deixar de se viajar sozinho, mas se a companhia for boa, tudo bem! 😉

      Se não se puder viajar para longe, viaja-se para perto! Temos de ser optimistas e adaptarmo-nos ao que a vida nos permite fazer!

      Mil beijucas

  2. Olá amiga!
    Dei por mim a “explorar o teu blog” e dou com tuas palavras. É bom e gratificante as ler uma e outra vez.
    Admiro-te. e entendo-te!
    Tudo de bom para ti!
    Beijinho

    Ah, gostei do desenho!! 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s