8 – Passeando pelo norte de Espanha – Fuente Dé, Potes, Riaño, Cangas de Onis

09 de Julho de 2011

Esta foi finalmente uma noite bem dormida!

O conforto de um quarto não tem preço e este nem foi caro! Ironicamente tive de manter a janela aberta durante a noite pois o quarto estava quente demais para mim! Não há fome que não dê em fartura!

Depois de um belo pequeno almoço, (sim, nem a comida faltou neste paraíso) estávamos tão perto de Fuente Dé que fomos até lá. Pelo caminho e logo ali a seguir ficava a pequena aldeia de Pido, onde se fabrica bom queijo.

Fui até lá ver como era. Foi aqui que o pé faltou ao Jaky e tombou para o lado pela primeira vez. A simpatia das pessoas foi notável, um grupo de excursionistas veio imediatamente em seu socorro, embora já não fosse necessário, eu cheguei primeiro.

Pido é uma aldeia muito pequena e característica, adorei as portas e janelas que por lá encontrei

Encontramos uma estrutura para ferrar cavalos e tudo, ou seria para vacas?
O bicho coloca-se ali debaixo do telhado onde tem 4 suportes em madeira para ele apoiar a perna dobrada e assim permitir ferrar a pata! Engenhoso!

Seguimos para Fuente Dé. Embora o “tecto” estivesse baixo, em nuvens serradas subia-se e dizia-se que valia a pena!

E subimos, e andamos com a cabeça literalmente nas nuvens!

Mais uma caminhada pelo topo dos montes, onde ainda havia alguns vestígios de neve

Por aqueles montes há caminhantes por todos os lados. O mesmo acontecia em Somiedo. Aquela gente dedica-se a fazer quilómetros e quilómetros a pé de monte em monte!

Estávamos no mundo das aves mais do que no dos homens!

Quando de repente me apercebo que não tenho a chave da moto comigo!
Oh pânico dos diabos! Onde deixei a chave? Deixei-a cair ou abandonei-a na moto?
Toca a voltar rapidamente para trás e quando eu ando, ando rápido!
Estava a dita chave à minha espera enfiada na fechadura da mala da moto… sem comentários…
Vi o teleférico do Jaky cruzar-se com o meu que já partia de novo…

Fomos curar o stress para Potes, que também não fica longe!

Por ali fala-se muito do Beato de Leabana e fui ver o que havia sobre ele

Descobri copias impressionantes de livros medievais iluminados, coisa que eu tanto procurei no nosso pais e não encontrei em consulta, ali não faltavam!

Estava na hora de almoçar e não podíamos querer melhor sitio para o fazer. Encontramos um restaurantezinho tão giro que me fartei de o fotografar.

Comemos muito bem e bebemos ainda melhor… lá tivemos de dar uma caminhada para podermos voltar a conduzir!

Seguimos contornando completamente o Parque natural dos Picos

É simplesmente delicioso vaguear por aquelas estradinhas serpenteantes!

Encontrei velhos amigos em locais já antes visitados


Passamos em Riaño, eu tinha curiosidade de rever aquele lago, provocado por um embalse. Lindíssimo naquele dia com todas aquelas nuvens a decorar o céu magnífico!

Pormenores de uma cidadezinha com os seus encantos

E a sua igreja Romanica

Um cenário sempre impressionante, impossível não tirar um monte de fotos por ali…

E continuamos o nosso caminho em direcção a Cangas de Onis. Não era minha intenção visitar mais uma vez a cidade, até porque estava cheia de gente

Mas não resisti a ir ver a ponte romana (que afinal é medieval) mais de perto.
Fico sempre impressionada com a ignorância das pessoas, um grupo de portugueses atravessava a ponte e uma fulana dizia que deviam alcatroar aquele chão!

Ali em baixo estava um casal, ele a posar para ela e ela a posar para ele, com a ponte de fundo, porque ninguém sabe tirar fotos a monumentos sem um “palhaço” na frente! Por fim lá entenderam que eu não os queria nas minhas fotos…

Voltamos a casa para jantar e descansar, foi um dia cheio de beleza!

Fim do quarto dia!

Anúncios

4 thoughts on “8 – Passeando pelo norte de Espanha – Fuente Dé, Potes, Riaño, Cangas de Onis

  1. Realmente há paisagens únicas por esses lados!!
    Quanto ao alcatrão…. na cabeça deles era pouco!!
    Há que saber separar os locais que devem levar alcatrão dos que devem sempre ser empedrados !!

  2. Olá! Gosto muito do vosso blog! Também gosto de descrever por onde ando. Vou agora em agosto aos picos, também a 2 rodas! Que restaurantes “bons e baratos” recomendam? Obrigada e parabéns pelas fotos!

    • Obrigada!
      Eu viajo a solo, por isso este blog é de uma pessoa só! eheheh
      Deste lado não somos “nós” e sim “eu”!
      Neste momento estou em viagem por isso não posso dar muitas indicações sobre os Picos da Europa! Teria de consultar os meus apontamentos de viagem e esses estão em Portugal!
      Beijucas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s