Ano Novo… Vida Nova!

Há momentos em que sinto que não pertenço aqui…

Este mundo não tem nada a ver comigo. As pessoas que me rodeiam são-me estranhas, como se não fosse possível mais encontrar quem aprecie o que eu aprecio.

Serei tão pouco convencional que nem me dou conta? Sou eu que estou “fora” ou são os outros que estão demasiado “dentro”?

Olho para o mundo e parece-me tão cinzento, tão previsível que assusta!

Já ninguém dá mais valor ao sol de Inverno, aos campos brancos no amanhecer, à chuva que nos faz querer estar em casa no quentinho, ou ao chegar a casa a correr para lhe fugir, com uma gargalhada e os cabelos colados à testa…

Já ninguém dá valor a cinco minutos que se “perdem” ganhando uma conversa amigável na berma da estrada? Já não há espaço para se conservar velhos amigos quando se conquista uma nova amizade ou um novo amor?

Parece que cada coisa que aparece exclui o que já existe na vida, parece que tudo está para sempre condenado a ter um tempo e desbotar e desaparecer a cada novidade, como se tudo tivesse um tempo marcado, um encantamento que se perde.

Cansei-me desta inevitabilidade! Sou pelo eterno! Pelo eternamente lindo, eternamente renovado, eternamente útil e interessante! Cansei-me de ver as pessoas virem e irem como se eu fosse um porto seguro num momento de tempestade. Acho que perdi a existência no momento em que deixei de ser necessária!

Então parti de novo para o meu mundo, aquele onde eu realmente pertenço, onde eu sou realmente feliz e de onde nunca devia ter saído. Esse mundo onde só entra quem eu quero, o meu “jardim proibido” cheio de gente bonita, tenha o aspecto que tiver. Onde ninguém é infeliz por ser gordo, ou magro, ou alto, ou baixo, ou pobre, ou stressado. Porque cada um é como é e gosta. Esse mundo é o mundo das pessoas que querem ser felizes e deixam que os outros o sejam também! É o mundo onde se é feliz porque se existe, porque a vida é uma dádiva, o sol é um privilégio, os problemas são desafios e os desgostos para partilhar.

Esse mundo é o nosso, mas cada vez menos gente o vê assim. Eu estarei lá, pois é lá que eu sou feliz, sem pressões…

Anúncios

One thought on “Ano Novo… Vida Nova!

  1. OI QUERIDA AMIGA,
     
     
     COMO ME FIZERAM BEM OUVIR SUAS PALAVRAS, VC ME ESCREVEU NUM MOMENTO DE CRISE EXISTENCIAL, DESSAS QUE BATE CULPA POR ACHAR QUE NAO SE FAZ NADA QUE PRESTE, POR NAO SER NADA QUE REALMENTE TEM VALOR…SUAS PALAVRAS ME AJUDARAM DEMAIS…. REALMENTE VIVER AQUI NO JAPAO EH MUITO BOM….CANSATIVO,DEVIDO AO TRABALHO,MAS UM LUGAR MAGICO…ESTA CADA VEZ MAIS DIFICIL ME DESVENCILHAR DAQUI..
     
     BEIJOS,BEIJOS,BEIJOS..E OBRIGADA PELAS BELAS PALAVRAS.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s