4. Passeando por caminhos Celtas – subindo a França da Aquitaine até ao Limousin…

30 de julho de 2014

Todos os dias são dias bons para viajar, sobretudo quando se tem tanta vontade de o fazer! Tinha pela frente um dia para subir de uma região da França para outra, da Aquitaine até ao Limousine, ambas regiões encantadoras que visito sempre com muito prazer a cada vez que por ali passo! E tenho sempre em mente meia dúzia de sítios onde posso passar porque são lindos!

Fui-me despedindo de Saint-Jean-Pied-de Port, as portas e janelas são encantadoras por ali, vermelhas em contraste com as parede brancas e sempre com flores a completar o quadro!

Também as há em verde, igualmente com flores. Aquelas casinhas medievais são de prender mesmo toda a nossa atenção!

Janelas lindas!

A minha motita dormiu fora da muralha mas iria sair pela porta grande, atravessando todo o povoado!

Lá fui, descendo a rua onde estava hospedada e que é a rua principal da citânia. Não se pode circular por ali normalmente, mas de manhã cedo tudo é permitido, sobretudo quando se está de moto e se está de partida!

Aquilo é lindo, apesar do céu não estar azul!

Aliás, ele estava tudo menos azul, naquele dia! As nuvens estavam mesmo pouco acima do nível do chão!

Um viajante me acompanhou por mais de 40 km, bem agarrado ao vidro da minha motita! Como será para um bicho, um inseto, ver-se de repente a mais de 40km do sítio onde costuma viver? Será que tenta voltar ao ninho ou junta-se aos da sua espécie na terra onde foi ter?

Sauveterre-de-Béarn apareceu no meu caminho, com gente simpática e um ambiente giro para tomar um café, delicioso se o comparar com os cafés horrendos que me esperavam no Reino Unido!

As cidadezinhas naquela zona são encantadoras, parecem terrinhas de brincar, tiradas de livros de contos, com paisagens verdes a condizer!

É o caso de Orthez, com a sua Pont Vieux do séc. XIII, encantadora!

Por aquela altura o meu passageiro continuava comigo, mesmo depois de eu ter desmontado varias vezes e demorado a fotografar e desenhar! Parecia um pouco impaciente, pois ia dando uma olhada ao GPS. Devia ter pressa de chagar algures!

Antes de sair da Aquitaine ainda passei por Mont-de-Marsan, uma cidade cheia de história e com pormenores muito bonitos, afinal tem a sua origem medieval bem visível!

Mas o céu estava meio encoberto e não me inspirava muito andar por ali! Terei de lá voltar noutra passagem pela zona!

Quando tenho muitos quilómetros para fazer aproveito sempre para encontrar o sol, pois certamente ele estará algures mais para longe, no meu caminho!
E assim era, havia sol e girassóis!

Ao longe vi Pujols, um mimo de cidadezinha no topo de uma colina, que eu quero ver noutra altura que ali passe!

E depois Villeneuve-sur-Lot, porque por ali parece que todas as terrinhas são bonitas para se visitar, la parei de novo!

Estava calor e eu tinha de beber algo bem fresquinho!

A cidadezinha é encantadora e havia uma ou duas coisas que eu queria ver por lá.

Como a Eglise Sainte Catherine d’Alexandrie. Eu sempre sinto um fascínio por igrejas vermelhas e em França há algumas!

A igreja não é muito antiga, é do final do séc. XIX e juntando dois estilo românico e bizantino

Numa imagem impressa no local a perspetiva é espantosa!

Fascinou-me mesmo, sobretudo a sua longa torre que sobressai no meio da praça de uma forma impressionante!

E dentro é muito bonita! Com pormenores da época bem elaborados…

E intervenções modernas muito curiosas, que prenderam completamente a minha atenção, como aquela espécie de pórtico em madeira pintado de formas e cores muito interessantes!

Quando cheguei até à minha motita, ela tinha feito amigas! É tão bom passear em França, onde a gente pode parar a moto onde quiser sem qualquer stress, em cima do passeio, numa berma de estrada ou onde ela couber sem perturbar o trânsito! Adoro a França por isso!

Mas o que eu precisava mesmo era de fazer umas estradinhas daquelas onde ninguém anda e onde parece que só passa a minha moto! É sempre o meu fascínio e nesta viagem levei um fartote delas! Uma delícia!

Ainda por cima essas ruínhas levam frequentemente a recantos muito bonitos onde não há ninguém e onde eu posso sempre parar e curtir uma pausa, sem qualquer stress!

Depois passei em Cahors, aquela cidade onde eu estive há dois anos, mas o transito era tanto, o calor tão sufocante e o céu tão cinzento, que eu fui embora quase sem nem explorar um pouco! Desta vez fui direta à Pont Valentré, que era tudo o que eu queria ver lá !

Aquela ponte fascina-me ! Também é conhecida como Pont du Diable. É uma ponte fortificada do séc. XIV que atravessa o Lot e é linda !

Andei por ali, para trás e para a frente, havia muita gente sobre ela e muita gente me pedia para as fotografar com a ponte como fundo. As pessoas adoram isso !

O Lot estava muito bonito! Quando está sol e nuvens tudo parece mais bonito afinal!

E ao menos lá em baixo não havia multidões de pessoas sedentas de se fazer fotografar junto da ponte!

Como sempre a Ninfa pôde ficar mesmo pertinho da Ponte à minha espera! Na França isso é sempre possível!

Então aconteceu-me algo inesperado… a maquina maior, uma Sony Cyber-Shot DSC-H200, que usa pilhas, foi-se! E eu não tinha mais pilhas para ela!

E como se não bastasse… acabou a bateria da maquina fotográfica menor, uma Sony Cyber-shot DSC-HX20V. Fui trocar a bateria e a 2ª estava descarregada. Bolas, como não me dei conta de que não tinha todas as baterias carregadas?

Mas eu tenho uma 3º, porque as minhas ultimas maquinas usaram sempre estas baterias, por isso foram-se as maquinas mas ficaram as baterias!

Raiva descontrolada mesmo… a 3ª também estava descarregada!

Segui o meu caminho completamente frustrada…

Raios! Claro que eu não tinha maquina fotográfica operacional mas tinha olhinhos para ver ! Por isso, apesar da frustração, segui para Saint-Cirq-Lapopie!

Ora Saint-Cirq-Lapopie é uma cidadezinha medieval espantosa, no topo de um monte, que desce pelo penhasco até formar um precipício sobre o rio Lot, lá em baixo. Seria uma frustração visita-la sem poder fotografar…

Cheguei à entrada da cidade, uma grande confusão de trânsito me esperava. Por tras de um grande autocarro estava o estacionamento das motos… cheio de motos mal estacionadas, que ocupavam o dobro do espaço que deviam…

Escrevia eu no meu Facebook naquele dia:

“Hoje aconteceu-me algo que não me lembro que me tenha acontecido nunca…. fiquei sem bateria na maquina menor e sem pilha na maquina maior! Que frustração!
Queria pousar a moto numa aldeia medieval lindíssima, não tinha maquina mas tinha olhinhos para ver, mas o parque para motos estava repleto de motocas mal estacionadas e a minha não cabia “is too big!” repetia o polícia “too big o caraças esses caramelos é que não sabem estacionar direito!”
Deu-me um ataque de mau feitio, parei a moto na frente de todas as outras e pus-me a desenhar, só saí quando acabei todos os sarrabiscos! Os donos das motos? Esperaram, para ver se aprendem a estacionar.
Fotos do local…. nem uma!

Alguns desenhitos que fiz:

Foram desenhos rápidos, havia muita gente por ali e criou-se um interesse particular por mim e pelo que eu estava a fazer, já que havia motociclistas a querer sair e a minha moto não deixava!

Dois ou três vieram mesmo ver-me desenhar, juntando-se a outras pessoas que olhavam com curiosidade! Um senhor queria comprar-me um desenho e uma senhora queria que eu fizesse o seu retrato com a cidade como fundo! Oh valha-me Deus! Arrumei a tasca e pus-me a andar rindo à gargalhada! eheheh

E ainda tirei uma ou duas fotos com o telemóvel, mas aquilo merecia muito maior qualidade…

Eu tenho de lá voltar!

E fui para casa, que naquele dia era em Les Pradelles, Lapleau, no mesmo sítio onde fiquei há 2 anos atrás quando voltava do meu passeio pela Suíça e Bélgica.

Foi muito bonito ser recebida com um abraço e um ótimo jantar, como se lá tivesse estado apenas no dia anterior!

“Ninguém esquece uma super-mulher numa super-moto!” – foi a receção!

E foi o fim do 2º dia de viagem!

Anúncios

15 thoughts on “4. Passeando por caminhos Celtas – subindo a França da Aquitaine até ao Limousin…

  1. É com uma enorme satisfação que leio teus relatos. Me deslumbro com tuas fotos e teus belíssimos desenhos!
    Obrigada my friend 🙂 por teres este teu cantinho recheado de coisas lindas e o partilhares!
    Um beijinho! 🙂

  2. há duas ilações a refletir sobre esta crónica : uma são as baterias, como é possível acontecer isso contigo….a outra é não dar boleia a “estranhos” sem a minha autorização…….
    parabéns pela tua descrição pormenorizada

    • Deixa lá moçoilo, há estranhos que não precisam de aprovação para viajar comigo, como bichos verdes com pernas longas! 😉

      As baterias… isso foi uma falha terrível da minha parte que nunca mais se vai repetir, podes crer! 😦

  3. Comecei e não consigo parar. Gostei o pormenor das baterias…porque já me aconteceu algo parecido e fiquei possesso. É uma sensação de vazio horrível, para mais, sem a tua habilidade para desenhar. Mas o gozo de VER ninguém o tira e isso é que é importante.

    • A sensação inicial é de que nem vale a pena ir ver, pois será para esquecer no meio da grande viagem, não tendo fotos! Mas depois passa e a gente lá vai curtindo na mesma. Agora o ato de desenhar e os desenhos ajudaram bastante a superar a frustração e até a divertir-me um bocado! 😉

  4. Good day I am so excited I found your weblog, I really found you by error, while I was browsing
    on Bing for something else, Anyhow I am here now and
    would just like to say thank you for a marvelous post and a all round entertaining blog (I also love the theme/design), I
    don’t have time to browse it all at the minute but I have book-marked it and also added in your RSS feeds,
    so when I have time I will be back to read a great deal more,
    Please do keep up the awesome job.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s