38. Escandinávia 2017 – Estocolmo e as suas estações de metro…

26 de agosto de 2017

Há tanta coisa para ver numa cidade que se visita pela primeira vez que é preciso ter-se capacidade de escolher o que ver e deixar o resto para outra vez! É sempre assim que eu me organizo para não ficar perdida entre tanta coisa sem saber em que direção ir, com tão pouco tempo que sobra numa viagem que já vai longa.

Mas havia uma série de coisas que me fizeram querer desde sempre visitar Estocolmo e eu não sairia de lá sem as ver: as estações de metro intervencionadas por artistas. Eu sabia que eram muitas e que algumas valiam mais a pena do que outras, mas estava disposta a visitar todas as que pudesse e me apetecesse!

E o meu dia foi feito disso, mais do que outra coisa!

Elas não são muito longe umas das outras, mas, contrariamente ao que fizera em Moscovo, onde fora de moto de umas estações para as outras, eu iria tentar apanhar o metro e ir de estação em estação, sem morrer de pavor de me perder da minha querida motita!

Desci às 9.30h da manhã e subiria às 15.30h, o que fez 6 horas debaixo de terra passeando, explorando, apreciando e fotografando e de todas as que vi, porque nem todas foram intervencionadas, e das que foram, nem todas são espetaculares, 10 ficaram-me na memória!

Eu iria começar pela estação de Kungsträdgården, junto ao jardim histórico com o mesmo nome (Jardim Real em português) onde a agitação do dia começava, e encontrei um sítio simpático e seguro para pôr a moto, já que havia parque próprio. É sempre a opção certa quando vou permanecer muito tempo longe dela, para não correr risco de multas!

Claro que antes de ir procurar a entrada da estação não pude deixar de espreitar na igreja de St. Jacobs Kyrka, logo ali. Sempre me atraem igrejas de outras religiões e aquela mais ainda, pois é dedicada ao apóstolo São Tiago Maior, padroeiro dos viajantes.

A igreja tem 4 séculos e, como demorou muito a ser concluída, conjuga uma série de estilos desde o gótico tardio até ao renascentista ou barroco. E é linda! Uma boa forma de começar um dia debaixo de terra, arejando antes as ideias com outras manifestações arquitetónicas!

E a descida era logo ali, do outro lado da praça, atravessando-a a direito!

Como quem entra numa gruta com um tabuleiro de xadrez no chão, lá estava a primeira obra de arte subterrânea gigante do meu dia!


Anda-se por ali a descobrir pormenores “barrocos” pelos cantos!

Um ambiente curioso, com personagens bizarras aqui e ali

O cais de embarque é um pouco sombrio, que aquele verde não é nada luminoso, mas o ambiente é interessante!

O meu momento de coragem em apanhar o metro e seguir na direção certa… ok, eu estive a estudar bem o mapa para não me perder, nem do que procurava nem do sítio onde a minha motita estava. Uma tarefa muito mais fácil em Estocolmo do que em Moscovo, onde eu nem conseguia decifrar direito o nome das estações!

Ao desembarcar na estação seguinte percebi logo que nunca mais me perderia, pois era a T-Centralen onde todas as linhas vão dar, por isso na dúvida até ali eu iria ter por muito perdida que estivesse!

Esta era a estação que mais chama a atenção na internet e é uma das mais bonitas no local!

Impossível olhar em redor e não me imaginar com uma tarefa daquelas: criar uma enorme intervenção artística numa estação de metro! Eu seria tão feliz com um trabalho desses em mãos!

E segui para a estação de Rinkeby T-bana…

Só hoje me dou conta de quanto tempo eu andei e explorei em cada estação! Foi muito tempo pela hora gravada em cada foto!


A estação de Solna Centrum parece toda em honra da nossa bandeira portuguesa!

Os metros paravam, o povo saia e entrava e ficava tudo vazio de novo. Uma estação nunca fica cheia por muito tempo.

Andava eu por ali a explorar, porque as áreas são bastante grandes, quando reparei que uma senhora de idade, usando chapéu preto, me observava e me seguia de perto. Chapéus sempre me atraem a atenção! Então a senhora acercou-se de mim e disse-me, num inglês perfeito

“you are a beautiful lady and your hat is beautiful!”

Fiquei desconsertada! Agradeci o cumprimento e retribui com um “devo dizer o mesmo da senhora e o seu chapéu é lindo também!”

Não tive coragem de a fotografar de frente, quando falávamos, por vezes as pessoas reagem mal a uma fotografia e eu não gosto de constranger ninguém. Mas fotografei-a quando se afastava de mim, meio em contraluz, pensando para mim “olha eu, quando for velhota!”

A estação de Akalla não é das mais bonitas, mas tem o seu interesse.

A Stadion sim, é das mais fotografadas na net, com os seus arcos-íris sobre azul impressionantes!

A Tekniska Högskolan tem pormenores curiosos!

A Tensta parece saída da pré-história

Não apenas as representações, mas também a forma como foram executadas, lembram a arte rupestre desses tempos!

A estação de Vreten impressiona quando apreciada no ângulo certo, porque os elementos perdem-se um pouco na escuridão do espaço

E finalmente a estação de Huvudsta que também precisa de atenção no ângulo em que é captada.

O verde deve ser uma cor bastante apreciada por lá!

Foram muitas horas debaixo da terra e eu tinha de sair dali. Não importava mais o que havia para ver lá em baixo, teria de ficar para outra vez. E saí para a maior confusão, de onde nem a minha moto conseguia sair sem transgressão!

Havia um evento desportivo, uma prova de ciclismo pelo que percebi, a decorrer e toda a praça Kungsträdgården fora vedada para criar o percurso em seu redor! Uns policias disseram-me que teria de esperar mais de hora e meia até poder sair com a moto!

Peguei na moto e dei umas voltar em redor e percebi que não havia saída, a área onde eu estava fora totalmente cercada por barreiras, eu tinha de transgredir ou ficar até acabar.

Claro que fui falando com os policias que ia encontrando, na minha procura de uma saída, e acabaram por me deixar atravessar a pista formada pela cerca e pôr-me a andar! Dei comigo a passar quase dentro da estação de metro onde começara o meu dia, por caminho de transito proibido e tudo! Gostei dos policias suecos!

(continua)

Anúncios

2 thoughts on “38. Escandinávia 2017 – Estocolmo e as suas estações de metro…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s