40 – Passeando até à Suiça 2012 – A Floresta Negra e a Nascente do Danúbio!

21 de Agosto de 2012 – continuação

Despedi-me da Suíça finalmente, depois de 15 dias por caminhos cheios de beleza e saudade, e parti com a promessa de voltar a qualquer momento, em qualquer viagem que me faça passar perto.

Segui por terras alemãs parando logo a seguir em Sankt Blasien, uma cidade à entrada da Floresta Negra, quem vem da Suíça!

O que me atraiu ali não foi a cidadezinha em si e sim a sua Dom St Blasius!

Aquela imensa construção fica na margem do rio Alb, mas há pontes giras e com flores para atravessar para o outro lado.

Lá estava ela, uma grande construção barroca, parece que esta viagem foi voltada para o barroco!

A sua história perde-se no tempo. A primeira abadia teve origem antes do séc. X, foi passando de seculo em seculo de estilo em estilo até se incendiar lá pelo seculo XVIII. Então esta extraordinária construção nasceu em seu lugar!

A igreja é redonda e o seu círculo tem 46 metros de diâmetro e 63 de altura!

Lá dentro é tudo branco e deslumbrante! Atravessa-se aquele grande espaço amplo de nariz no ar!

Ao longe ninguém imagina a dimensão daquela cúpula nem como ela cobre todo um espaço amplo!

Preparei-me para atravessar a Floresta Negra! Já por lá andara em 2010 mas desta vez pretendia visita-la com mais calma!

Mas de repente foi-se o meu sossego!

Um barulho forte e assustador, como se uma pedra tivesse atingido a roda traseira da minha moto, fez tudo tremer, a ela e a mim!

Parei imediatamente, observei a roda, o travão, toda a engrenagem… tudo parecia normal! Voltei a arrancar e o barulho voltou a sentir-se, forte e perturbador, como se a roda fosse sair do seu eixo.

Não sabia o que fazer, era tarde para ir à procura da oficina Honda mais perto pois, era longe! Pensei procurar dormida ali e não mexer mais até voltarem a ser horas de ir a uma oficina…

Acabei por decidir seguir… iria lentamente até onde ela me levasse, ao menos não ficaria ali, com a sensação de não estar a fazer nada, até ao dia seguinte de manhã!

Não é fácil seguir caminho com uma moto que parece que se vai desintegrar e perder a roda a qualquer momento, mas mesmo assim eu passei em Donaueschingen, não resisti a passar ali tão perto e não parar um pouco!

Ali atrás daquela igreja fica o que eu procurava!

A histórica nascente do Rio Danúbio!

O Danúbio é o segundo mais longo rio da Europa depois do Volga na Russia.

Tem quase 3.000km de comprimento e atravessa a Europa de oeste para este, desde a Floresta Negra, até ao Mar Negro! Curioso o “negro” que lhe é comum na origem e na extremidade!

Olhando bem as suas águas mais parece que se trata de um pequeno lago! Na realidade ele é a conjugação de 2 pequenos riachos que se juntam ali: o Brigach e o Breg.

Não pude deixar de me deslumbrar com uma presença tão forte, um ligeiro borbulhar das águas que, na realidade, corresponde a uma corrente de água que pode ir dos 50 aos 150 litros de água por segundo!

Lá dentro há “verduras” e moedas! Que os turistas não podem ver um poça de agua sem que lhe atirem para dentro uma moedinha!

Interessante seria percorrer aquele rio desde a nascente até ao delta, como eu gosto de fazer com alguns rios! Que eu saiba seriam 9 países de prazer a percorrer: Alemanha, Áustria, Eslováquia, Hungria, Croácia, Servia, Roménia, Bulgária e Roménia!

Então caí na realidade e fiz-me à estrada, cheia de ruídos na roda e de medos no coração! Mais uma vez não tinha mais a certeza se chegaria ao fim daquela viagem!

A Floresta Negra é de uma simplicidade deslumbrante! Entre morros e árvores, vai-se rolando por ali fora calmamente, não fosse a aflição que me fazia circular cheia de cuidados e a passinho de caracol.

Há lagos e cidades mas o que mais me deslumbra ao passear por ali é a sensação de infinito que aquela imensidão verde transmite!

Quilómetros e quilómetros verdes e centenários!

E passei em Triberg a cidadezinha dos relógios de cuco!

Não queria perder muito tempo, não queria correr o risco de ter de circular de noite com os barulhos que a moto ia a fazer!

Mas ao mesmo tempo não resisti a parar junto ao maior relógio de cuco do mundo!

Eram quase 6.00 horas e eu queria ver o cuco a espreitar!

Ali se fazem os míticos relógios de cuco!

Podem-se fazer visitas guiadas ao relógio, mas não teria cabeça para tal naquele momento.

E o tipo espreitou às 6.00h em ponto e cantava alto!

Foi-se para dentro o cuco e eu lá segui o meu caminho.

Aos poucos o barulho foi-se tornando menor, menos intenso e menos frequente, como se o que o provocasse estivesse a “acalmar”…

Ao chegar a Estrasburgo já só de vez em quando é que ele se fazia ouvir! Isso deu-me coragem para ir até ao centro da cidade jantar, contra a minha ideia inicial de ir para o hotel e não mexer mais até amanhecer!

Fui jantar na Place Gutenberg, num dos restaurantes onde vou sempre que ali passo!

A catedral fica logo ali ao lado! Da esplanada do restaurante onde eu jantava podia ouvir musica e perceber que a catedral estava em festa!

O que se passava na realidade era um evento de verão intitulado Illuminations de la Cathédrale, que constava de iluminações ao som da música, que faziam parecer que a catedral se movia e se transformava.

E acabei o serão deitada no chão da praça da catedral a olhar para ela cá de baixo, como tanta gente!

Fim do vigésimo terceiro dia de viagem.

Anúncios

3 thoughts on “40 – Passeando até à Suiça 2012 – A Floresta Negra e a Nascente do Danúbio!

  1. Olá Gracinda!
    Mais uma bonita partilha cheia de beleza! 😀
    Mais um susto para te aborrecer. 😮
    Sem dúvida que és uma guerreira e que admiro a tua força, coragem e determinação!
    Soubeste contornar essa preocupação bastante bem, pois aproveitaste da melhor maneira por onde passaste, imortalizando esses momentos, nas tuas fantásticas fotografias.
    Obrigada!
    Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s