41 – Passeando até à Suiça 2012 – La Petite France!

22 de Agosto de 2012

Depois de um serão sui-generis, deitada no chão da praça a olhar para a catedral, fui para o hotel ligar-me à net e procurar uma oficina Honda perto dali! Encontrei a MOTO SCHUMPP, concecionário Honda desde 1967 e de uma série de outras marcas mais recentemente e, o mais importante: tinha oficina! Contei a minha descoberta ao meu Patrick (GPS) e ele sabia muito bem onde era!

O site dizia que aquilo abria à 8.30h mas como a moto estava a andar e eu nem tinha a certeza se depois de ir à oficina ela sairia a continuar a circular… aproveitei e fui visitar um pouco a cidade antes. Ao menos o que eu tivesse já visto ninguém me tiraria mais, nem que tivesse de ir embora para casa de assistência em viagem!

Por isso fui passear para la Petite France!

La Petite France é um quarteirão muito característico e pitoresco de Estrasburgo, cheio de casinhas lindas que parecem de brincar, com os travejamentos em madeira exteriores, tão característicos na Alsácia.

Fica na Grand Île, no ponto onde o rio ILL, afluente do Reno, se ramifica em cinco canais.

É um quarteirão encantador, classificado como Património da Humanidade pela Unesco. O seu nome vem de um Hospício da varíola, para tratamento da sífilis, doença chamada de “mal francês” que existiu ali.

Arrepiei-me, a cada passo por aquelas ruelas encantadoras, só de imaginar que tudo aquilo foi destruído durante os bombardeamentos da Segunda Guerra!

O trabalho de restauro e reconstrução foi remarcável, pois hoje nada se distingue mais, entre o antigo e o reconstruido.

Os pormenores das portas, janelas, telhados e varandas são encantadores, parece que passeamos pelas histórias de encantar!

Souberam preservar e restaurar o seu património arquitetónico, as suas casinhas de madeira e tabiques, que nos chegam desde os séculos XVI e XVII.

Parece que tudo foi construído para agradar aos turistas, como cenários perfeitos e encantadores e até custa a crer que ali vive gente todos os dias e todo o ano!

Uma sensação que nos fica por toda a Alsácia, de que tudo é tão bonito que parece quase artificial!

As voltas que eu dei por ali, catando cada recanto como não fazia há muitos anos!

As pontes cobertas estavam em restauro, vestígios das fortificações medievais da cidade do séc. III.

O centro da cidade, que fica na ilha, já teve 80 torres destas, que circundavam todo o espaço, hoje só existem 4..

Ao passar-se a ponte podem-se ver diversos braços de água, os canais que o rio forma naquele ponto.

Adorável cidade! Vou lá voltar de novo, vezes sem conta, estou certa!

E estava na hora de ir ao senhor doutor com a minha motita ver o que raio se passava com ela! O Patrick levou-me direitinha à oficina, que alivio! Pelo menos não teria de andar de porta em porta à procura dela!

Era um stand gigantesco, cheio de motos e movimento!

E começou a “brincadeira”! O mecânico deu uma volta e a moto não fez nada, eu dei uma volta e ela fez o tal barulho! Ele voltou a ir mais longe um pouco, e ela nada fez, eu pego nela e ela berra!

Já dava para rir, mas a verdade é que a dada altura o barulho que ela fazia se ouviu na rua, as pessoas puderam ouvi-lo a partir do passeio, ninguém podia dizer que era cisma minha!

E lá foi ela para a mesa de operações!

Toda a gente foi dar uma olhada, ninguém via nada!

E eu esperava cá fora como quem espera um ente querido que está em tratamento!

Enquanto eles desmontavam o travão e experimentavam a roda, para ver se era rolamento, eu punha o olho a qualquer moto que tivesse malas e queria troca-la pela minha…

Ou uma moto para quando eu for velhota e tiver medo de não me segurar de pé, 3 rodas ajudam o equilíbrio!

Acabaram por não descobrir nada de anormal! Segundo observaram, o sistema de travão tinha vestígios de ter moído uma pedra, o barulho realmente era cada vez menor, o que quereria dizer que as impurezas estariam a desaparecer. Disseram-me que seguisse, que não correria perigo, que o barulho desapareceria… e eu segui!

(continua)

Anúncios

3 thoughts on “41 – Passeando até à Suiça 2012 – La Petite France!

  1. Olá Gracinda!
    A tua Magnifica parece que estava a fazer birra, mas ainda bem que não era nada!
    Gosto da moto de 3 rodas! eheheh
    Fantásticas fotos. La Petite France é linda! 🙂
    Obrigada!
    Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s