Pensamentos de viagem…

Há uma sensação de limite que me acompanha,

que me faz querer ir a todo o lado quanto antes,

antes que esse limite seja alcançado e eu não possa mais ir!

Há uma sensação de impotência perante o tempo,

que me faz ter consciência do meu próprio limite,

quando eu não puder mais ir,

quando o meu corpo me pesar demais

para eu o poder carregar em cima da minha moto!

(Budapeste – 2010)

Feliz 2013

Ora porque hão-de ser apenas o Presidente da Republica ou o Papa a fazerem discursos de ano-novo?

Eu tenho algo a dizer também:

A vida pode ser dura por vezes, injusta, difícil, mas ninguém disse que as coisas boas são fáceis! Cada conquista tem valor porque custa, se não houverem adversários, qual será o prazer de se ganhar um título! E digo “ganhar” porque por ausência de adversários, nada é conquistado!

Sofre-se um bocado, choram-se umas lágrimas mas nunca se deixe de perseguir sonhos e procurar atingir objetivos! De mão beijada apenas as chatices nos são dadas, o prazer, a alegria, a felicidade, conquistam-se!

Ninguém espere que os bons momentos lhe caiam em cima, ninguém espere que os sonhos se realizem por si, ninguém espere que a vida se viva… somos nós que fazemos as coisas acontecerem ou nada de bom se realizará!

Se sonhamos, realizemos! E o segredo está em sonhar à medida das nossas possibilidades e não sonhar tão alto, tão elevado, tão caro, que apenas um grande prémio poderia realizar esses sonhos! Dos pequenos sonhos que se realizam surge a força e a vontade de criar as condições de realizar os sonhos maiores! É a ordem natural das coisas!

Sempre que nos lamentamos do que nunca conseguiremos fazer estamos a impedir-nos de aproveitar o que vai surgindo. Não há segredo para se ser feliz, apenas há a vontade e essa só o nosso coração consegue criar!

A cada ano “pedem-se” desejos como se houvesse um mago qualquer a realizar sonhos e um dia chegará a nossa vez … não desejemos, aproveitemos o que somos capazes de fazer e façamo-lo!

Bom Ano a todos!

E o sol pôs-se pela primeira vez este ano!

(mim, moi, je)

O nosso pinheirinho de Natal!

Finalmente chegou o espirito do Natal cá a casa, com Pai Natal barbudo incuido! 😀

27 de Janeiro, o Dia Internacional para Recordar o Holocausto…

No momento em que se passou pelo dia 27 de Janeiro, o Dia Internacional para Recordar o Holocausto… não podia deixar de publicar uma foto de Auschwitz… a desolação escorre pelas paredes do local, a morte e o infinito sofrimento que ali se viveu, paira na calma de relvados infinitos, mas também por entre as redes de arame farpado, que já foram eletrificadas, e já foram carrascos e já foram o fim de sonhos e pesadelos… Temos o dever de visitar locais como Auschwitz, para que a memória não se perca e o erro não se repita!…